Descrição Arquivística

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Realizar uma descrição arquivística pode ser motivo de desespero para muitos arquivistas. O que fazer, como fazer? Será que vão procurar por isso ou por aquilo? O que a ISAD quer dizer? Provavelmente por isso Mommy colocou esse termo como um dos conceitos que deverão ser pesquisados e postados a cada semana no nosso querido Blog. Então, vamos aos três primeiros:



1) Descrição - Conjunto de procedimentos que leva em conta os elementos formais e de conteúdo dos documentos para elaboração de instrumentos de pesquisa.
ARQUIVO NACIONAL. Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro, 2005. Disponível em: http://www.portalan.arquivonacional.gov.br/Media/Dicion%20Term%20Arquiv.pdf. Acesso em: 24/11/2010.

2) Descrição arquivística (archival description) - A elaboração de uma acurada representação de uma unidade de descrição e de suas partes componentes, caso existam, por meio da extração, análise, organização e registro de informação que sirva para identificar, gerir, localizar e explicar documentos de arquivo e o contexto e o sistema de arquivo que os produziu. Este termo também se aplica ao produto desse processo.
ARQUIVO NACIONAL. ISAD(G) Norma Geral Internacional de Descrição Arquivística. Rio de Janeiro, 2000. Disponível em: http://www.conarq.arquivonacional.gov.br/Media/publicacoes/isad_g_2001.pdf. Acesso em: 24/11/2010.

3) Processo intelectual de sintetizar elementos formais e conteúdo textual de unidades de arquivamento, adequando-os ao instrumento de pesquisa que se tem em vista produzir (inventário sumário ou analítico, guia etc.).

PAES, Marilena Leite. Arquivo: teoria e prática. 3. ed. revista e ampliada. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 2005. p. 25-26.

Diante dessas preocupações com a descrição dos documentos, acho que já sei porque esse blog ficou com o tema de descrição, fazer descrição de fotos é mais fácil, mais difícil ou a mesma coisa que descrever um documento textual??

5 comentários:

Thais disse...

gente eu juuuuuuuro que tentei colocar essas fontes no mesmo tamanho, juro mas esse blog simplesmente não quer, acho q ele acha mais bonito assim, quando fica variado.... =/

John.. disse...

Tem que dar uma corrigida na fonte Webdings ai rs

Kiane Mabel Rezende disse...

descrição e fotografia caminham lado a lado, hein. escolha acertada do Professor!

Kiane Mabel Rezende disse...

eu, particularmente, acho que fazer descrição de foto é BEM mais difícil, por sua comunicação ser mais subjetiva que a de outras espécies.

Anônimo disse...

Camila Daniela

Também acho que é bem mais difíciil. Fotografia é algo bem subjetivo e polissêmico.Logo, sua descrição acompanhará essa polissemia...